Como pagar as contas do começo do ano sem sufoco! – Parte 2

Compartilhe com seus amigos:

Continuamos aqui com a Parte 1 do artigo “Como pagar as contas do começo de ano sem sufoco!”. Se você não leu a parte 1, pode ser interessante começar por lá.

Como pagar as contas do começo do ano sem sufoco! – Parte 1

Então, começou o ano. Chegaram as contas extraordinárias como as despesas escolares e impostos e você não tinha uma reserva de dinheiro guardada para pagar as contas do começo de ano à vista, aproveitando a vantagem dos descontos oferecidos?!

Bom, esse ano você “vai ter que rebolar” para pagar as contas e continuar mantendo a família com seus gastos normais.

Mas, existe uma dica que pode te livrar desse sufoco a partir do próximo ano. Basta um pouco de empenho.

Trata-se de uma estratégia contábil, usada por pequenas e médias empresas (talvez até as grandes) de fazer PROVISÃO para os gastos extraordinários. No caso das empresas, elas têm o 13º salário dos empregados a pagar em novembro e dezembro e precisam se preparar para essa folha de pagamento extraordinária que pesa em seu orçamento.

Faça provisões e nunca mais passe apertado!

É sempre uma boa tática trabalhar as finanças pessoais – ou de sua família – como uma pequena empresa e adotar práticas como essa. Como funciona?

Imagine que, em 2020, as contas extraordinárias de início de ano, que te fizeram passar um aperto, somaram R$ 3000,00 entre impostos e despesas escolares. Vamos pensar em separar uma provisão desses mesmos R$ 3000,00 para as despesas do ano que vem, ainda durante o ano de 2020. Como janeiro/2020, já passou, vamos dividir os R$ 3000 por 11 meses (os 11 que ainda temos de salário em 2020), e chegamos a R$ 273,00 aproximadamente. Se seu salário de fevereiro já está comprometido, humm!!! Tudo bem, vai. Então divida 3000 por 10 meses e teremos R$ 300.

O que você tem a fazer é separar todo mês, logo ao receber o salário, esse valor mensal e depositá-lo numa conta separada de investimento de baixo risco, como a Renda Fixa. Todo mês sem falta, e sem mexer nesse dinheiro durante o ano, por nenhum outro motivo.

Como hoje temos muitos bancos digitais oferecendo investimentos sem custo de manutenção de conta, sem taxa de administração, esses são bons destinos para essa sua provisão. Abra uma conta num desses bancos pelo aplicativo do celular, e invista em fundos de investimento sem Taxa de Administração, que, em geral, têm no nome a expressão “Tesouro Direto Simples”. Existem vários.

Ali, sua provisão vai render um pouquinho todo mês e, quando o próximo ano chegar, você já terá um pouco mais que os R$ 3000 que gastou este ano. Daí poderá sacar para pagar as contas do começo de ano à vista, com os descontos oferecidos.

Ah, e claro, já começar a provisão para o ano seguinte. Faça disto um hábito, e nunca mais passará sufoco nos primeiros meses do ano.

Provisões também para realizar sonhos.

Essa ideia de provisão é tão boa que pode ser usada para outros objetivos. Uma prática que eu utilizo, por exemplo, é montar uma provisão para a troca de carro.

Trocar demais de carro, gastando seu suado dinheirinho, nunca é uma boa estratégia financeira, diga-se de passagem. Mas, depois de alguns anos é inevitável. Isto é assunto para outro artigo. Mas já adianto que procuro comprar um carro com muito pouco uso e ficar com ele, pelo menos, oito anos.

Então, calculo quanto precisarei guardar todo mês para que, dentro de 96 meses (8 x 12), eu tenha o dinheiro guardado em uma conta pra poder somar ao valor da venda de meu carro usado e comprar outro de nível próximo ao que eu tinha, ou mesmo de um nível superior, se for o meu sonho.

Você pode fazer igual, com a troca de carro, com uma viagem ou qualquer outro sonho que queira realizar.

Falar é fácil. Difícil é guardar o dinheiro para pagar as contas.

Se o valor a poupar todo mês for muito alto, é um bom aviso. Significa que seu sonho não é realizável, se você não fizer alguns ajustes. Precisará de um prazo maior de poupança para juntar o dinheiro necessário (portanto, aguardar mais para realizar o sonho) e, também que seria interessante repensar o quanto ganha e o quanto gasta atualmente para pode realizar sonhos em sua vida.

É assim também, se você me disser que hoje não tem espaço em seu salário para fazer aquela provisão de gastos para o início do próximo ano. Se me disser que essa ideia é um sonho e que não consegue colocá-la em prática.

É sinal que precisa ajustar o seu padrão de gastos atual, para poder se adequar ao salário que recebe. Mas, de novo, isso é matéria para um outro artigo.

Por enquanto, fica uma sugestão para você pensar. Se está tendo dificuldades para fazer as contas a pagar “baterem” com o salário que recebe, “se sobra mês no seu salário”, pode ser interessante conhecer em que um Planejador Financeiro pode te ajudar. Conheça mais sobre isso na seção “Serviços” de meu site. Nesses casos, o que você tem a ganhar é muito mais que o custo do serviço.

Gostou da ideia da provisão? Ficou com dúvidas? Comente abaixo, que eu terei prazer em interagir com vocês.

Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.